Micro-influencers detentores de mega-reputação

Micro-influencers são formadores de opinião da mídia online, que se destacam por seus canais com conteúdo relevante e uma dezena de milhares de seguidores ativos.

É praticamente um “nicho” descoberto por agências de comunicação que enxergaram o potencial dessa categoria de influenciadores para gerar impacto em seus clientes, dos mais variados segmentos.

São parceiros da imprensa, inclusive muitos deles são jornalistas que migraram para seus próprios veículos de comunicação, blogs, portais, canais no YouTube e outras tantas páginas em Redes Sociais importantes.

Um micro-influencer é, normalmente, mais apto e flexível na divulgação de conteúdos de interesse do seu público-alvo, pois, em sua grande maioria, estão em um momento determinante, criando audiência e visibilidade na Rede.

Podem ser também influenciadores regionais ou segmentados em mercados específicos.

Uma formadora de opinião da cidade de Campinas, que conversa diretamente com mamães que prezam por uma alimentação de qualidade aos seus filhos, por exemplo, pode ter menos que 10k seguidores e ser uma Digital Influencer de peso, importantíssima, para uma multinacional que comercializa papinhas saudáveis.

Tendo em vista, que dialoga diretamente com o público-alvo da empresa em questão, ela vai impactar no eixo central de uma possível campanha focada nas tais papinhas. Neste caso, essa micro-influencer regional pode gerar um resultado mais interessante para a marca do que uma mega-influencer global.

Por isso, para avaliar a representatividade do influenciador em um plano de comunicação é preciso entender, estudar e acompanhar o seu universo e, principalmente, suas interações.

Os micro-influencers devem ser considerados como peças-chaves em campanhas de marketing que visam retorno direto sobre o investimento. Eles são os parceiros ideais quando se busca engajamento e boa reputação em uma campanha.